SÉRGIO CONTI RIBEIRO

Miomectomia

Tenho miomas uterinos e ainda quero ter filhos, o que fazer?

A histerectomia não é uma possibilidade.

É muito importante ressaltar que, em mais de 30% das mulheres portadoras de miomas, não é necessário qualquer tipo de tratamento. Nesses casos tratam-se de miomas pequenos e assintomáticos. Basta o seguimento clínico e ultrassonográfico semestral.

Dependendo do tamanho e da localização no útero, alguns miomas podem atrapalhar (e muito!) os planos de gestação de um casal.

Os miomas submucosos, aqueles localizados no endométrio, parte mais interna do útero, geram um aumento importante do fluxo menstrual. Esses sangramentos podem ser caracterizados pelo aumento na quantidade diária ou no aumento de número de dias.

A presença dos nódulos no interior do útero reduz as taxas de gestação e aumenta os índices de abortamentos espontâneos. Além disso, pode aumentar também a ocorrência de partos prematuros.

Pacientes com  miomas submucosos e que desejam ter filhos:

É consenso na literatura médica que essas pacientes devam realizar a remoção desses miomas através da miomectomia histeroscópica.

Como é essa cirurgia?

A remoção do mioma é feita através de cânulas iluminadas inseridas dentro do colo uterino, localizado no fundo da vagina. Não é necessário nenhum corte no abdome ou na vagina da paciente e, em geral, a paciente recebe alta hospitalar 6 a 8 h após o término da cirurgia.

E os miomas subserosos localizados na superfície do útero?

Nesse tipo de localização, miomas pequenos de 2 ou 3 cm, em geral, trazem pouco ou nenhum transtorno para a paciente. O cenário muda  quando esses miomas crescem, principalmente quando o diâmetro ultrapassa 5 cm. Começam a ocorrer sintomas de compressão de estruturas próximas, como a bexiga urinária, gerando a necessidade de urinar várias vezes durante o dia e mesmo à noite.

Às vezes, miomas localizados na parte de trás do útero, ocasionam alterações e até dificuldades para evacuação. Por outro lado, caso esses miomas comprimam as tubas uterinas, haverá uma diminuição das taxas de fecundação do casal e até mesmo o risco de gestações tubárias.

E os miomas dentro do útero?

O mioma que se localiza “dentro” da parede do útero é conhecido como miométrio. Sintomas como dores menstruais e aumento do fluxo menstrual são habituais nesta situação. Mesmo que não tragam muitos sintomas clínicos, dependendo do tamanho e da localização, alguns miomas intramurais podem atrapalhar o desenvolvimento e a localização adequada da placenta em uma eventual gestação.

Além disso, os miomas podem atrapalhar o posicionamento adequado do feto dentro do útero e até mesmo dificultar a progressão desse feto pelo canal de parto no dia do nascimento.

Porque a Miomectomia?

A miomectomia é o procedimento de escolha, considerado “padrão-ouro”, para remoção dos miomas, preservando o útero funcionalmente. É extremamente adequada para pacientes que manifestam interesse futuro de gestações.

A miomectomia histeroscópica e a miomectomia laparoscópica

Essas são alternativas seguras para retirada dos miomas sem a necessidade de “abrir” o abdome da paciente.

Dentre as diversas vantagens estão:

  • Menor trauma cirúrgico
  • Menor dor 
  • Alta precoce
  • Diminui o risco de formação de aderências que, em última análise, atrapalhariam a performance reprodutiva do casal.

Principais indicações  da Miomectomia por laparotomia:

  • Casos com necessidade de realização de um corte maior no abdome da paciente
  • Pacientes com mais de 15 miomas
  • Pacientes portadoras de miomas com diâmetro maior que 15 cm

Com base nessas informações, a paciente e o médico devem conversar abertamente, levando em consideração as características individuais de cada mulher, assim como a experiência e alternativas que o médico tem a oferecer em cada situação.

A miomectomia, independente da via de acesso a ser utilizada, é um procedimento cirúrgico trabalhoso, que exige técnica acurada, além de capricho, e até mesmo de carinho, para sua realização adequada e bem-sucedida!

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

Rua Joaquim Floriano,466 /902 • Itaim Bibi • São Paulo • SP • Cep 04534-002 | Telefone: Fone +55 11 3079-5050